top of page

Embaixada de Espanha em Londres abre portas à ciência


No dia 20 de Outubro de 2018, a Embaixada de Espanha organizou uma oficina da Native Scientists onde crianças dos 5 aos 12 anos tiveram a oportunidade de conversar com investigadores/as espanhóis em Londres.

Miguel Oliveros Torres, Ministro Conselheiro para Assuntos Culturais e Científicos da Embaixada de Espanha, disse-nos que “depois de passar uma manhã de sábado na Embaixada na agradável companhia de quatro investigadores espanhóis, os pais disseram que os seus filhos repetiram durante todo o fim de semana 'Quando vamos voltar para aquela aula de ciências, pai?', 'Gostei muito, foi muito divertido', 'Quero fazer isso quando crescer, mãe!'. As pessoas usaram o seu valioso tempo para ensinar às crianças mais jovens os conceitos básicos da ciência e foi uma atividade profundamente gratificante para esta Embaixada dar a oportunidade às crianças espanholas nas escolas inglesas de aprenderem na sua própria língua algumas noções práticas e mágicas da ciência.”


Maite, Fran, Magda e Diego foram as estrelas da oficina. Com diferentes formações científicas e perspetivam diferentes carreiras, eles falaram sobre a ciência que existe por trás da tecnologia, a biologia por trás de certas doenças e a engenharia por trás da inovação. Com este projeto, também terá a oportunidade de conhecer os quatro cientistas! No final da oficina, entrevistamos as pessoas cientistas e filmamos em vídeo a sua essência e jornada. Desta forma, podemos transportar parte do valor das oficinas das paredes confinadas do seu espaço para o mundo digital, atingindo assim um público mais vasto. Os vídeos serão lançados no dia 26 de janeiro.


Tatiana Correia, fundadora e diretora da Native Scientists afirmou que “para nós esta oficina mostra não só o enorme interesse da comunidade espanhola em Londres na nossa metodologia “ciência mais linguagem”, mas também que é possível chegar a mais pessoas através de parcerias. com a Embaixada Espanhola."


A oficina foi coordenado pelas Native Scientists Patricia Bernal e María José Martinez e contou com o apoio estratégico da Sociedade de Cientistas Espanhóis no Reino Unido (SRUK). À comunidade de cientistas que participam nas atividades da Native Scientists, Miguel acrescenta uma nota de agradecimento “pela dedicação e capacidade de comunicar ciência às crianças pequenas e despertar nelas o seu pequeno investigador que há dentro de si”.


Comments


bottom of page