top of page

Native Scientists “altamente recomendada” por promover a educação STEM


As oficina da Native Scientists foram “altamente recomendadas” na categoria Inspirational STEM Engagement Project Award no prestigiado STEM Inspiration Awards, celebrado na Câmara dos Lordes.

Estes prémios reconhecem indivíduos e organizações que trabalham para inspirar jovens em disciplinas STEM em todo o Reino Unido e são organizados pela STEM Learning – o maior fornecedor de educação STEM e apoio profissional a escolas, faculdades e outros grupos que trabalham com jovens no Reino Unido inteiro.

Os juízes disseram: “Ficámos impressionados com a forma como o Projeto Native Scientists ajudou a melhorar o conhecimento das crianças, remover barreiras à participação e envolver grupos sub-representados de estudantes em carreiras STEM”.

Yvonne Baker, Diretora Executiva da STEM Learning, disse: “Essas pessoas e organizações fornecem a faísca tão necessária que desperta o entusiasmo dos jovens pelas STEM. Todos os nossos vencedores se destacaram nas suas áreas e estou muito satisfeita por podermos reconhecer e celebrar a sua experiência e paixão.”

Ao receber o prémio, Susana Irving, Conselheira Comunitária da Native Scientists, referiu: “É uma alegria ter recebido este prémio em nome da Native Scientists e de todos os voluntários (Cientistas, Académicos e Professores), que dedicam o seu tempo e entusiasmo para inspirar as crianças , muitos dos quais são oriundos de minorias. A Native Scientists ainda é uma pequena empresa sem fins lucrativos e ver o nosso trabalho reconhecido e validado ao lado de “gigantes” como a Airbus ou a centenária RAF... Bem, isso significa muito!” Ana Faro, Gestora de Projetos para Português em Inglaterra, acrescentou que “foi uma grande honra representar a Native Scientists na STEM Inspiration Awards Ceremony 2018. Estar rodeada de tantas pessoas com ideias semelhantes, que partilham uma grande paixão e compromisso pela educação científica e divulgação, fizeram-me sentir que nossos esforços fazem parte de um quadro muito maior e esperançoso. Senti-me particularmente feliz e orgulhosa por fazer parte de um projeto que celebra o multiculturalismo e o multilinguismo numa altura em que estes valores estão a ser desafiados.”

A Native Scientists foi fundada em Londres por duas investigadoras vindas da zona rural de Portugal, onde o acesso à ciência era baixo ou inexistente. Para mitigar o problema da baixa exposição científica e da falta de modelos a seguir em certas comunidades, criaram um conceito inovador de oficinas STEM+LANG para alunos migrantes que se baseia na aprendizagem integrada de ciências e línguas e na educação exemplar. Todos os anos, 1000 alunos e 150 investigadores participam nas oficinas da Native Scientists, que visam incentivar os alunos migrantes a considerarem o ensino superior e carreiras STEM. É importante ressaltar que a Native Scientists difere de outros programas de extensão ou enriquecimento que levam cientistas a escolas como os STEM Ambassadors porque (1) promove a literacia científica e linguística e (2) trabalha com professores de línguas de herança, alcançando alunos que vivem na pobreza, com baixas aspirações e poucas conexões no mundo da ciência.

STEM Learning é uma organização sem fins lucrativos dedicada a aumentar o envolvimento e o desempenho dos jovens em STEM, aumentando o número de progressos nos estudos STEM e nas carreiras relacionadas com STEM. São o maior fornecedor de educação STEM e apoio profissional para escolas, faculdades e grupos comunitários que trabalham com jovens no Reino Unido inteiro interagem com todas as escolas secundárias do Reino Unido.

Comments


bottom of page