top of page

Royal Society of Biology apoia atividades da Native Scientists


Estudantes em Edimburgo mergulharão numa aventura sobre a origem da vida na Terra e a procura de vida no universo graças a uma bolsa concedida pela Royal Society of Biology (RSB), através do seu esquema de bolsas Outreach and Engagement.


“Living in the Extreme” é um programa dedicado a Edimburgo que pretende explorar diferentes conceitos biológicos incluídos no campo da astrobiologia, uma área de investigação relativamente nova que reúne cientistas de diferentes áreas. Explora a origem, evolução e distribuição da vida na Terra no Universo inteiro. O programa foi concebido para captar a atenção dos estudantes para a biologia, destacando o esforço cooperativo entre diferentes áreas científicas para compreender como funciona a vida. As crianças conhecerão primeiro os cientistas na sua escola de sábado, Lusofonias, e depois serão levados numa visita ao Museu Nacional da Escócia.


A Native Scientists apoiará a organização destes dois eventos, que serão liderados por Lara Alegre e pela Dra. Ana Catarino, da Universidade de Edimburgo e da Universidade Heriot-Watt, respetivamente. Ana, membro do RSB e gestora do projeto Native Scientists, afirma que “estas atividades irão encorajar os jovens estudantes a pensar sobre a vida de uma forma holística e interdisciplinar e ajudá-los a compreender a natureza colaborativa das ciências STEM. Irá também reforçar a sua curiosidade ao mesmo tempo que promove a ligação à sua língua de herança”.

Joana Moscoso e Tatiana Correia, fundadoras da Native Scientists mencionaram que “a bolsa RSB permitirá a organização de um conjunto original de eventos que aprofundarão o impacto da nossa ciência na sociedade”.


A Royal Society of Biology (www.rsb.org.uk) é um organismo profissional para biocientistas – proporcionando uma voz única e unificada para a biologia: aconselhando o governo e influenciando políticas; avanço da educação e do desenvolvimento profissional; apoiar os seus membros e envolver e incentivar o interesse público nas ciências da vida.

O esquema de subsídios Outreach and Engagement (www.rsb.org.uk/outreach-grants) é uma iniciativa que permite aos membros da Royal Society of Biology candidatarem-se a até £500 para financiar um evento ou atividade na sua área local que envolva pessoas com biologia.


Dra Ana I. Catarino é cientista Associada do NERC no Instituto de Ciências da Vida e da Terra da Universidade Heriot-Watt, Reino Unido. Ana coordena eventos da Native Scientists na Escócia desde 2014. Adora caminhadas nas montanhas e é fluente em quatro línguas. A Ana tuitou @Zebrazuli.

A Lara esta a fazer doutoramento no Royal Observatory Edinburgh e está envolvida em atividades de divulgação e comunicação científica desde 2010. É responsável por uma série de atividades que unem biologia e astronomia, que incluem a procura de vida no Universo, a origem da vida na Terra, exoplanetas, zonas habitáveis ​​e vida em ambientes extremos.

A Native Scientists é uma organização sem fins lucrativos com sede no Reino Unido que desenvolve e implementa projetos destinados a promover a literacia científica e linguística entre migrantes e através da interação de modelos. Fundado em 2013, alcança mais de 1000 estudantes por ano e conta com uma rede de mais de 800 cientistas internacionais na Europa.

Para obter mais informações sobre os próximos eventos, entre em contacto com Native Scientists em lara.alegre@nativescientist.com e anai.catarino@nativescientist.com.

Comentarios


bottom of page